GERAL

Sicom faz homenagem ao Dia do Jornalista

Dia do Jornalista (23)

Palestrante Thamy Soligo destacou evolução dos meios e necessidade de cuidados com a linguagem.

Uma homenagem aos profissionais, palestra e lançamento de prêmio marcaram no início da manhã da última sexta-feira (7), programação organizada pelo Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom) pela passagem pelo Dia do Jornalista. A diretora de Comunicação Social da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, jornalista Thamy Soligo, falou sobre o trabalho de divulgação realizado e foi lançado o Prêmio de Jornalismo Mariangela Iop de Oliveira.

O presidente do Sicom, Marcos Antonio Barbieri, lembrou que pela oitava vez a entidade realizava a homenagem e neste ano lançou a quarta edição do Prêmio de Jornalismo, iniciado em 2014. O empresário destacou a importância da imprensa e a valorização de seu papel na formação de opinião, conforme é visto no país atualmente. “Os jornalistas são formadores de opinião, e por isso a importância de levar a informação correta, fazer a sociedade entender as mudanças que precisam ser feitas e contribuir para a transformação do país e construir uma sociedade mais justa”, assinalou ao cumprimentar os profissionais pela passagem da data.

Ao apresentar a nova edição do prêmio, o diretor Executivo do Sicom, Eduardo José Perone, indicou que as inscrições já estão abertas para a iniciativa que homenageia a jornalista Mariangela Iop de Oliveira, profissional que por mais de 20 anos atuou na assessoria de imprensa do sindicato. Destacou que o tema escolhido, “Chapecó 100 anos e a Evolução no Comércio Regional”, aproveita o centenário do município para provocar produções jornalísticas específicas, por profissionais e acadêmicos.

Thamy Soligo também falou sobre o processo de formação da notícia e o papel do profissional. “Cada vez mais o assessor de imprensa acaba tendo uma preocupação a mais com a formação da notícia e a relação externa com os veículos.”

Thamy Soligo também falou sobre o processo de formação da notícia e o papel do profissional. “Cada vez mais o assessor de imprensa acaba tendo uma preocupação a mais com a formação da notícia e a relação externa com os veículos.”

Já o assessor de Imprensa do Sicom falou sobre o papel dos profissionais. Para Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira, independente dos meios utilizados para a veiculação da notícia, o mais importante continua sendo o profissional e o jornalismo feito com ética, comprometimento e percepção da importância social da atividade.

Conteúdo transparente

Na palestra, Thamy Soligo disse que hoje as pessoas não se concentram num só meio de comunicação e que é importante os veículos de comunicação se adaptem às novas mídias. Para a jornalista, há necessidade de cuidados com a linguagem, de adaptação para entender o que interessa às pessoas e o que é relevante. Acrescentou que é necessária a realização de pesquisas e monitoramento e a informação precisa ser tratada com eficiência.

Thamy Soligo falou da estrutura da Diretoria de Comunicação Social, com agência de notícias, assessoria de imprensa, novas mídias, rádio e TV, além da publicidade do Legislativo Catarinense. Assinalou que houve um processo de transição para trabalhar as novas mídias, inclusive mediante a discussão com profissionais de diversas áreas.

Para a diretora de Comunicação da Assembleia Legislativa, um dos desafios que a instituição enfrenta é de “ampliar o canal de fora para dentro”. Com visão estratégica e transparência, indicou que a visão é de levar informação para as pessoas, levantar informação das pessoas para a Assembleia, gerar conhecimento, ser relevante e fazer comunicação customizada para entender as pessoas.

 

*Texto e fotos Assessoria Sicom

Sobre o autor

Flash Vip

Flash Vip

Revista catarinense com foco em cultura, comportamento, variedades e o que mais for pautado pelo cotidiano.

Deixe seu comentário

Gestor Box