CULTURA E VARIEDADES

O Snapchat e a cultura do efêmero

Trent Yarnell

Valéria Casaroto Feijó – Publicitária e mestre em Design na linha de Hipermídia

O Snapchat é um app para smartphone baseado na troca de mensagens de foto, vídeos e adição de texto na qual o usuário pode escolher o tempo que a mesma ficará disponível para seus amigos. Tais mensagens são chamadas de “snaps” e o tempo de duração pode variar de um a 10 segundos. Depois do período escolhido e da visualização do conteúdo, a imagem ou vídeo são excluídos do dispositivo (a menos que você dê um printscreen da tela, transformando-a em uma foto da galeria de seu celular). A ideia surgiu na Universidade de Stanfort e foi desenvolvida pelos estudantes de Design de produto Evan Spiegel, Bobby Murphy e Reggie Brown.

snapchat-logo-4Se pensarmos no mundo em que vivemos, com Facebook, WhatsApp, Twitter, entre diversas outras mídias sociais que permitem conversas com foto, vídeo, áudio e recursos dos mais modernos possíveis, que função esse aplicativo tem e qual o motivo faz ele figurar entre os  mais baixados na AppStore da Apple?

Pois é, se você está aí se fazendo essa mesma pergunta, saiba que quando ouvi falar dele pela primeira vez não entendi como isso poderia fazer sentido, já que aparentemente você só manda uma mensagem que se autoexclui. Foi depois de criar um perfil, testar e conversar com outros usuários que comecei a entender em que espaço da comunicação e da vida das pessoas uma mensagem de 10 segundos poderia se encaixar.

mobile-791164_1280

Levando-se em consideração as ideias do filósofo francês Gilles Lipovetsky – que discute conceitos de comportamento, cultura e consumo, do apego material, pois compra-se sempre, e da liberdade juntamente com a necessidade que os indivíduos têm de expor suas atitudes, intimidade e expressão de si, em que tudo tem tempo e prazo reduzido e que a troca de opinião e necessidade ocorre o tempo todo – ficou mais clara a função de um snap: ela é uma mensagem efêmera.

Isso, aplicado ao contexto digital de excesso de informação, de aplicativos complexos e da extrema necessidade de filtrar o que se envia e recebe, o Snapchat encontrou seu lugar. A efemeridade de suas mensagens anda lado a lado com a ideia de que tudo hoje é mais rápido e passageiro, efêmero.

Cesar Quintero (2)

Desconstrói-se a essência de armazenamento e memória que se tem em relação aos conteúdos postados nas mídias sociais, em que os indivíduos colecionam fotos e momentos com os amigos, e substitui-se pela ideia de que você terá um conteúdo único, visualizado e armazenado apenas pela pessoa que você escolher e pelo tempo escolhido. Ou, que tudo aquilo que você faz, posta e envia pode rapidamente ser esquecido e substituído por algo melhor, a possibilidade da troca e do novo é o que instiga.

Além disso, a liberdade de não ficar atrelado a uma mensagem que você não deseja, a possibilidade de você ser mais descontraído, mais livre e por vezes mais engraçado ou divertido é o que motiva o envio de conteúdos diferentes e faz com que crianças, jovens e adultos utilizem o aplicativo para comunicação com seus amigos diariamente. Talvez essa seja a maior sacada dos criadores: se em uma cultura em que grande parte das coisas é efêmera, as mensagens também podem ser.

Sobre o autor

Flash Vip

Flash Vip

Revista catarinense com foco em cultura, comportamento, variedades e o que mais for pautado pelo cotidiano.

Deixe seu comentário

Gestor Box