NEGÓCIOS E TECNOLOGIA

#ISAFloripa2017

tec-001

por Raiana Comiran – CEO, Designer da To Rocket Estratégia e Design

Um pouco do que aprendi no maior evento de UX da América Latina, e porque é importante a abordagem de Experiência do Usuário estar presente em todos os momentos. Bóra?

Hoje, mais do que nunca, a experiência que temos ao interagir com marcas, produtos e serviços norteia os próximos passos e nos guia na tomada de decisão: como, por exemplo, continuar cliente ou não de uma determinada empresa. A Experiência do Usuário (UX, User Experience) nada mais é do que a resposta para a simples pergunta: Qual sentimento o cliente teve (ou terá) em relação a primeira interação com minha solução? UX é uma abordagem multidisciplinar e holística que trabalha diretamente com a experiência emocional, e envolve diversos conceitos para identificar todos os aspectos de interação do usuário com a empresa e produto/serviço. Este método (que chamo carinhosamente de cultura) incorpora o usuário em todas as etapas do processo que ele irá passar, utilizando seus feedbacks, características e contextos para desenvolver e melhorar uma solução, reduzindo custos e criando ferramentas que realmente atendem às necessidades do usuário, tanto no meio online como no offline.

Entre os dias nove, 10 e 11 de novembro aconteceu a 9ª edição do Interaction South America (ISA) em Florianópolis. Foi meu primeiro ISA. Esses três dias de evento foram divididos em: primeiro dia com talks separadas em ilhas específicas (humanas, tecnologia, comunicação e negócios), com duração de 10 a 30 minutos de acordo com o tema, além de workshops adicionais. E nos outros dois dias os keynotes, palestras de uma hora. As talks podemos ouvir e discutir sobre a evolução que estamos vivendo e como as soluções são fundamentadas em dados e emoções, assuntos como: Machine Learning, Data Science, Design Emocional, Ux em marcas, entre outros. Mas o assunto que mais me chamou atenção tratava “Como a ficção científica pode ajudar no design de novas interações e serviços”. Nesse talk Luana Moura Busquets comentou que não exploramos diversos tipos de futuro, apenas aquela que é nos colocado como regra e que pensamos de forma linear, mas as coisas acontecem de forma exponencial, faz sentido, não?! Nos outros dias tivemos os palestrantes principais, nacionais e internacionais e pudemos conhecer muita gente que nos influencia, como Cynthia Savard (Shopify), Andrew Kaufteil (Cooper Design), Lucas Radaelli (Google), Belmer Negrillo (Facebook), Janaki Kumar (SAP Labs), Russell Parrish (IBM), Luis Arnal (Insitum), Rob Nero (Spotify) e outros nomes com palestras que nos inspiraram e nos motivaram sobre a importância de colocar o usuário no centro de qualquer solução. E a pergunta que vale um milhão de reais é: A cultura da experiência do usuário está inserida na sua empresa? Na sua marca? Na sua solução?

Sobre o autor

Flash Vip

Flash Vip

Revista catarinense com foco em cultura, comportamento, variedades e o que mais for pautado pelo cotidiano.

Deixe seu comentário

Gestor Box