CULTURA E VARIEDADES

Dicas de turismo no Oeste Catarinense

tangara capa

(matéria publicada na edição 61 da FV – dez/14)

Enfim chegaram os meses mais quentes do ano, ou seja, verão, férias, praia, sombra e água fresca. Só que não. Você não vai ao litoral. Você não está de férias. Triste? Não se você conseguir enxergar além do que o Atlântico pode oferecer. Para lhe ajudar a também encontrar um lugar ao sol, ou melhor, à sombra das belas paisagens da região, selecionamos alguns destinos próximos a Chapecó e propícios para uma escapadinha, um bate-volta em um fim de semana qualquer. Rumos não tão distantes e terras nem sempre avistadas, mas que podem enriquecer o roteiro de viagem.

Renove as energias em Ametista do Sul

100 Km de Chapecó – www.ametistadosul-rs.com

ametista do sulLocalizado no Rio Grande do Sul, a cidade possui a maior jazida de pedras Ametista do Mundo. Ótimo destino para quem acredita ou aprecia a energia dos cristais. A mineração teve seu auge em 1972 e o garimpo, antes ao ar livre, passou a ser feito em túneis de até 800 metros de profundidade. Os turistas podem conhecer os garimpos e o processo de extração das pedras. Um dos pontos turísticos mais visitados é o Ametista Parque (Museu), que possui a maior coleção de minerais da América Latina. A pedra Ametista é considerada a mais eficaz para meditação. Transmite paz, espiritualidade, elimina o estresse e inspira a cura e intuição.

Passeie de Maria Fumaça em Piratuba

130 km de Chapecó – www.piratuba.com.br

piratubaO Parque Termal é o carro chefe do turismo de Piratuba e tornou o município conhecido em todo país. Mas, como fica localizada em um cenário privilegiado, no Vale do Rio do Peixe, a cidade tem outros atributos. Um deles é o passeio de Maria Fumaça na Ferrovia do Contestado. A locomotiva é de 1906. Para quem aprecia a tranquilidade e as coisas do interior, a Rota do Engenho é uma boa pedida. Tem parque ecológico, exposição de animais exóticos, hotel fazenda, passeios a cavalo, trilhas e o famoso Cemitério Redondo, onde estão enterrados os tropeiros mortos na Guerra do Contestado.  

Conheça uma autêntica colônia japonesa em Frei Rogério

300 km de Chapecó – www.freirogerio.sc.gov.br

frei rogerioCidade com suaves colinas e terras ocupadas pelo plantio de alho, do feijão e da pêra Nashi, que dizem ser a mais suculenta do mundo. Abriga a primeira Colônia de Imigrantes Japoneses de Santa Catarina. A comunidade de Núcleo Celso Ramos formou-se legalmente em 1963. É famosa por manter os costumes do povo asiático. Destaque para o Parque Sakura Matsuri e suas diversas espécies de árvores do Japão. No Núcleo Celso Ramos também está o Parque Sino da Paz, que relembra as vítimas da bomba atômica em Hiroshima e Nagasaki. Quem se interessar pode ainda conversar com o senhor Kazumi Ogawa, um dos sobreviventes da tragédia, que mora no local.

Voe em Tangará

200 km de Chapecó – www.tangaravoolivre.com.br

tangara (2)Tangará é conhecida pelo enoturismo e turismo de aventura. Considerada a Capital Catarinense do Voo Livre, tem em seu cartão postal O Morro Agudo, que do alto de seus 1.075 metros possui ótimas condições térmicas para prática de Voo Livre. Sedia etapas de campeonatos estaduais e brasileiros de Parapente e também é bastante favorável para prática de Asa Delta.

Se aventure de Jagunço em Fraiburgo 

250 km de Chapecó – www.fraiburgo.sc.gov.br

fraiburgoCidade famosa pelos pomares de maçã e por aliviar o estresse dos turistas através do Jagunço ou do Kaingang Aventura, dois veículos idênticos aos utilizados em safáris na África. Durante um passeio cheio de adrenalina, os visitantes conhecem árvores centenárias, animais exóticos, campos, nascentes de água cristalina, lagos e cascatas.

Observe o universo em Videira

220 km de Chapecó – www.videira.sc.gov.br

videira4Não é só a uva e o vinho que são famosos em Videira, que em 2003 inaugurou o Observatório Municipal Domingos Forlin.  Com o equipamento de maior capacidade do Brasil, oportuniza aos visitantes a experiência de ver e entender o universo e todos os fascínios dos planetas e das estrelas. Além disso, o trabalho realizado no local tornou o espaço uma referência no ramo da astronomia.

 

 

Sobre o autor

Greici Audibert

Greici Audibert

Repórter com interesse em literatura, tecnologia, política, bichos fofos e cultura pop.

Deixe seu comentário

Gestor Box