SAÚDE E BEM-ESTAR

Dermatologista orienta sobre o uso correto do filtro solar

verao

É preciso criar o hábito de usar filtro solar diariamente, de preferência pela manhã e reaplicar à tarde. E quando for expor-se ao sol, reaplique a cada duas horas

O câncer de pele, do tipo não-melanoma, é o mais frequente no corpo humano. No Brasil, o mesmo corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados no país. Porém, desde que detectados e tratados precocemente, apresentam altos percentuais de cura, se for detectado precocemente.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de pele é mais comum em pessoas com mais de 40 anos, sendo relativamente raro em crianças e negros, com exceção daqueles já portadores de doenças cutâneas anteriores. Pessoas de pele clara, sensível à ação dos raios solares, ou com doenças cutâneas prévias são as principais vítimas.

No verão, há uma incidência maior dos raios danosos do sol, que podem provocar lesões na pele, se não protegida devidamente. O dermatologista da Clínica da Pele, Juliano Grock, dá algumas dicas de como se proteger, por exemplo, evitar a exposição ao sol entre às 10h às 16h.

“Nesse horário a radiação Ultravioleta que incide sobre a Terra é muito alta, e além de favorecer o surgimento de manchas e envelhecimento precoce, é o maior o estímulo para o desenvolvimento do câncer de pele”, enfatiza o dermatologista.

Filtro solar

É preciso criar o hábito de usar filtro solar diariamente, de preferência pela manhã e reaplicar à tarde. E quando for expor-se ao sol, que se reaplique preferencialmente a cada duas horas. “Se o seu trabalho exige expor-se diretamente ao sol, complemente com chapéus de abas largas e camisas de mangas longas. E não se esqueça dos óculos de sol”, acrescenta Grock.

As crianças devem adquirir o hábito de usar o filtro solar, da mesma maneira que fizer quanto à escovação dos dentes. Dos 6 meses de vida até os 2 anos de idade, há filtros infantis próprios e hipoalergênicos.

O dermatologista alerta, que antes dos 6 meses, a pele do bebê é muito delicada, o ideal é evitar a exposição direta à radiação solar. “Lembre-se que uma grande parte das lesões de pele que surgem na idade adulta são causadas pelo dano solar acumulado na época de infância e adolescência, por isso devemos estimular o hábito do uso do protetor solar desde cedo”.

Filtro solar, repelentes e hidratantes: qual passar primeiro?

Algumas dúvidas são frequentes, principalmente, quando se fala do filtro solar, repelentes e hidratantes. O dermatologista esclarece que os mosquitos se afastam das pessoas por conta do cheiro do repelente. Por isso, este é o que deve ser usado por último.

É recomendado usar primeiro o protetor solar em todas as áreas expostas do corpo. Depois, espere de 15 a 30 minutos para a pele absorver bem. Só então utilize o repelente em todas as áreas expostas do corpo. “Fique atento à validade dos produtos e sua durabilidade na água. Reaplique sempre que indicado. Já, cremes hidratantes destinados ao uso diurno devem ser usados sobre a pele limpa e, após absorvidos, aplica-se o filtro solar”, finaliza Grock.

Fonte: Assessoria de imprensa – Ahazô MKT & Eventos

Sobre o autor

Flash Vip

Flash Vip

Revista catarinense com foco em cultura, comportamento, variedades e o que mais for pautado pelo cotidiano.

Deixe seu comentário

Gestor Box