GERAL

Campanha de Vacina contra Influenza é prorrogada

vacina (3)

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza foi prorrogada até 09 de junho (sexta-feira). De acordo com o Ministério da Saúde, a Campanha de Vacina contribui para a redução de internações, complicações e consequentemente, mortalidade decorrente do vírus da gripe, nos grupo-alvo definidos. Até o momento o nível de cobertura nacional na campanha chegou a 60,5% e no estado atingiu 77,72% de cobertura. Diante disso, a campanha foi prorrogada até o dia 09 de junho, visando atingir a meta de vacina que é de 90% da população alvo: idosos, gestantes, puérperas até 45 dias após o parto, crianças de 06 meses a menores de 05 anos, profissionais de saúde, adolescentes e jovens entre 12 e 21 anos sob medida socioeducativa, portadoras de doenças crônicas não transmissíveis, população indígena, funcionários do sistema prisional e professores das escolas públicas e privadas.

Em Chapecó, a campanha já vacinou 70,2% do público alvo. A meta é vacinar 90%, de 60 mil pessoas. De acordo com a enfermeira e coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Chapecó, Karina Giachini, a vacina é oferecida nos 26 Centros de Saúde da Família para possibilitar o registro das doses no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização. Outro objetivo, segunda Karina, é atualizar o esquema vacinal. “Além da vacina da Influenza, será intensificada a vacinação contra o tétano. Todo calendário vacinal poderá ser atualizado”, comentou. Importante, segundo ela, levar até o posto de saúde, a carteira de vacina, para verificar a situação vacinal e colocar a carteirinha em dia. É importante também levar o Cartão Nacional do SUS. “Quem não tem, deve levar o comprovante de residência que o cartão é feito na hora”, explicou Karina.

As orientações à população são de que fiquem atentos aos sintomas: febre alta, dor no corpo, mal estar, tosse, espirro. No geral os sintomas são os mesmos da gripe convencional, porém, mais intensos.

Mais dicas:

• Manter os ambientes ventilados

• Lavar bem as mãos

• Uso do álcool em gel

• Uso de copo individual (em escolas e locais de grande circulação de pessoas)

• Ter hábitos de vida saudável: praticar atividades físicas, alimentação balanceada

e tomar bastante líquido.

• Etiqueta da tosse: ao tossir ou espirrar, usar o braço e não as mãos.

• Não se medicar… Em caso de sintomas, procurar atendimento médico, na

unidade de saúde mais próxima.

 

*Informações Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Chapecó 

Sobre o autor

Flash Vip

Flash Vip

Revista catarinense com foco em cultura, comportamento, variedades e o que mais for pautado pelo cotidiano.

Deixe seu comentário

Gestor Box